King Crimson 50 Anos – O Espetáculo Que É Ouvir Tudo O Que Eles Trouxeram Para O Progressivo

Raphaella Francisco

Então, agora uma rápida análise sobre o melhor show de progressivo; e quais são as bandas que seguem o legado de King Crimson

A banda que começou e fez sucesso muito antes de eu nascer, faz 50 anos esse ano. E além disso, agracia o público brasileiro com um show digno para poucas pessoas, todas sentadinhas e com uma equipe destinada a jogar lasers verdes a quem tivesse a ousadia de subir um celular no meio daquilo em que eles mesmo descreveram como uma experiência de usar todos os sentidos, sendo os principais, olhos para ver e ouvindo para ouvir, pode ser chamado de espetáculo, e uma grande influencia de diversas bandas posteriores.  

Consigo fazer uma lista de bandas boas que elevaram o nível do rock progressivo e essa barulheira, a qual as vezes não parece ter sentido, mas conversa entre si de maneira majestosa.

King-Crimson-50-Anos-4.jpg

De 1969 até os dias atuais, bebem direto dessa fonte bandas como: Yes, Genesis, The Mars Volta, Flaming Lips, Tool, Camel, Gentle Giant; e outras:

The Mars Volta – L’Via L’Viaquez

Between The Buried And Me – Three Of A Perfect Pair

Blue Öyster Cult – (Don’t Fear) The Reape

E até o Kanye West arriscou um sample do som “21st century schizoid man” na música Power. Talvez para trazer um pouco da influência para os jovens dos anos 2000, os quais, sim, já têm mais de 18 anos.

A mistura de tudo o que é bom quando pensamos no conceito do bom, velho e atual Rock and Roll, a mistura de jazz, hard rock, blues, rock psicodélico e distorção vocal, pode passar a impressão de que não é possível fazer alguma coisa boa quando joga tudo isso no liquidificador, mas é aí que nós nos engamos e pulamos algumas etapas na hora de ouvir bandas boas.

Alguns amigos que são fãs de The Mars Volta e não conhecem King Crimson juram que o que escutam é novo. O que de fato pode ser, são bandas criadas no últimos 15 anos, com uma expertise e conhecimento musical imenso.

Arrisco fazer o famoso “mete o louco” e te dizer: Escute e mude a sua vida! E digo mais, comece pelo disco com a capa mais famosa e primeirão – King Crimson In the Court of the Crimson King.

king-crimson-50-anos-1

Quanto ao show que tive a felicidade de estar presente, vi que o conceito de 1 é ruim, 2 e bom e 3 é demais, não se encaixa com as 3 baterias no palco e como a experiência e conversa instrumental de 50 anos pode apenas te deixar com o olhar vazio, coração quentinho e um sorriso no rosto.

Comentários
  • Avatar
    Paulo
    Responder

    Ótima resenha! Banda muito boa mesmo e escutá-los é uma experiencia única realmente! Obrigado pela dica, Rafa!

Deixe um Comentário

Lançamento-Da-Revista-VELHA-Cosmopalito-6-1.jpeg